Paróquia Santo Antônio
Bem-vindo ao fórum da Paróquia Santo Antônio!
Para participar das discussões é necessário registrar-se.
Se você já se registrou, basta fazer o login.
Últimos assuntos
» Pedido de desculpas
Sab 23 Out 2010 - 22:27 por Regina Farias

» Como q responde ?
Sab 23 Out 2010 - 21:52 por Regina Farias

» Vou ganhar!!!
Sex 28 Maio 2010 - 20:34 por Andreia do Carmo

» Dicas :Limpeza de Casa
Sex 28 Maio 2010 - 12:58 por Regina Farias

» 16º Congresso Eucarístico Nacional 2010
Seg 10 Maio 2010 - 11:24 por Michelle Santana

» Façamos ao outro o que gostaríamos que fizessem a nós
Qui 1 Abr 2010 - 17:28 por Michelle Santana

» Suas intenções são motivadas pelo quê?
Qui 1 Abr 2010 - 17:27 por Michelle Santana

» O segredo da felicidade
Qui 1 Abr 2010 - 17:25 por Michelle Santana

» O amor nos faz humanos
Qui 1 Abr 2010 - 14:16 por Michelle Santana

» Conduzidos pelo Espírito Santo
Qui 1 Abr 2010 - 12:01 por Michelle Santana


Um Brasil sem drogas

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Um Brasil sem drogas

Mensagem por Andreia do Carmo em Qua 24 Mar 2010 - 21:18

ONU quer parceria com o Brasil para tratamento de usuários de drogas


Agência Brasil


O governo brasileiro recebeu hoje, 24, representantes do Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (Unodc) e da Organização Mundial da Saúde (OMS). A missão internacional tem o objetivo de discutir um programa global conjunto voltado para a promoção do acesso ao tratamento e à assistência integral e humanizada para usuários de álcool e outras drogas.

De acordo com o representante do Escritório Regional do Unodc para o Brasil e Cone Sul, Bo Mathiesen, o debate precisa envolver a atenção integral ao usuário de drogas, por meio do respeito aos direitos humanos.

“Trata-se da ampliação da perspectiva de futuro dessas pessoas, que têm uma doença tratável, mas que, muitas vezes, são marginalizadas. É preciso que governos, organismos internacionais e sociedade civil atuem em conjunto”, afirmou. Mathiesen destacou desafios a serem considerados no cenário brasileiro, como o fato de o país fazer fronteira com três grandes produtores de cocaína – a Colômbia, o Peru e a Bolívia.

Para o representante do Departamento de Ações Programáticas e Estratégicas do Ministério da Saúde, José Luiz Telles, a cooperação internacional é fundamental, porque significa a união de esforços em busca de medidas para diminuir, por exemplo, o consumo de crack no país.

“Alcançamos um patamar razoável de assistência à saúde [dos usuários de drogas], mas sempre desejamos mais”, acrescentou.

O representante da Assessoria Internacional do ministério, Eduardo Botelho Barbosa, considera o tema “um verdadeiro desafio civilizatório” e destacou que é preciso ter consciência de que se trata de um problema de saúde pública global.

Ele reconheceu a necessidade de um olhar inovador sobre o cenário das drogas no país e avaliou que é preciso repensar as atuais abordagens. “Enfatizar o tratamento já é um passo importante, um desdobramento positivo porque representa uma abordagem inovadora”, disse. “Temos que levar em conta as peculiaridades que existem no Brasil, políticas que o governo já desenvolveu”, completou.
Fonte:http://noticias.cancaonova.com/noticia.php?id=275878
Beijocas, paz e fogo!!
avatar
Andreia do Carmo

Mensagens : 69
Data de inscrição : 12/03/2010
Idade : 36

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum